Cantinho do Tareco – Associação de Proteção Animal

Ser Voluntário

Se gosta de animais, tem algum tempo livre e quer ajudar a nossa Associação, então inscreva-se para ser voluntário(a) e deixe-nos conhecê-lo(a) e apresentar a nossa Associação. Ao ser voluntário(a) da nossa Associação pode ajudar, conhecer todos os nossos Tarecos e ainda resgatar muitos mais que possamos vir a ajudar. Pode também participar em eventos de angariação de bens essenciais para os nossos Tarecos, em campanhas de adoção e venda de artesanato.

Pode praticar o voluntariado consoante a sua disponibilidade e o que gostar mais de fazer, basta contactar-nos pelo e-mail voluntarios@cantinhodotareco.org e enviar as suas dúvidas e/ou Ficha de Voluntário já preenchida.

Os nossos Tarecos agradecem.

Para ser voluntário preencha o formulário:

Direitos e Deveres do Voluntário

• Desenvolver um trabalho, de acordo com os seus conhecimentos, experiências e motivações;
• Ter acesso a programas de formação inicial e contínua;
• Receber apoio no desempenho do seu trabalho com acompanhamento e avaliação técnica;
• Ter ambiente de trabalho favorável e em condições de higiene e segurança;
• Participar das decisões que dizem respeito ao seu trabalho;
• Ser reconhecido pelo trabalho que desenvolve com acreditação e certificação;
• Acordar com a organização promotora um programa de voluntariado, que regule os termos e condições do trabalho que vai realizar.

Deveres do Voluntário (Art.º 8.º da Lei n.º 71/98, de 3 de Novembro) para com:

Os Destinatários:

• Respeitar a vida privada e a dignidade da pessoa;
• Respeitar as convicções ideológicas, religiosas e culturais;
• Guardar sigilo sobre assuntos confidenciais;
• Usar de bom senso na resolução de assuntos imprevistos, informando os respectivos responsáveis;
• Atuar de forma gratuita e interessada, sem esperar contrapartidas e compensações patrimoniais;
• Contribuir para o desenvolvimento pessoal e integral do destinatário;
• Garantir a regularidade do exercício do trabalho voluntário.

A Organização Promotora:

• Observar os princípios e normas inerentes à atividade, em função dos domínios em que se insere;
• Conhecer e respeitar estatutos e funcionamento da organização, bem como as normas dos respectivos programas e projetos;
• Atuar de forma diligente, isenta e solidária;
• Zelar pela boa utilização dos bens e meios postos ao seu dispor;
• Participar em programas de formação para um melhor desempenho do seu trabalho;
• Dirimir conflitos no exercício do trabalho voluntário;
• Garantir a regularidade do exercício do seu trabalho;
• Não assumir o papel de representante da organização sem seu conhecimento ou prévia autorização;
• Utilizar devidamente a identificação como voluntário no exercício da sua atividade;
• Informar a organização promotora com a maior brevidade possível sempre que pretenda interromper ou cessar o trabalho voluntário.

Contamos convosco para melhorar e continuar a ajudar os nossos
patudos!